Search

Round 6 (Squid-game)




A série sul-coreana Round 6 (Squid-game) que virou febre no Brasil e no mundo acompanha o nosso querido fracassado Seong Gi-Hun, um desempregado que vive as custas da mãe, viciado em apostas e afundado em dividas.


Um dos seus credores o encontra e o faz assinar um documento permitindo a venda de um órgão para saldar uma dívida.


Nesse mesmo dia, Gi-Hun vai encontrar com a sua filha, já que é o aniversário dela. Depois de passar um tempo precioso com a filha, na estação de trem indo para casa ele recebe uma estranha proposta de um desconhecido. Se ele o vencer em um jogo, Gi-Hun ganharia dinheiro em troca. Ele aceita, e depois de apanhar muito, o estranho lhe dá o dinheiro e um cartão, dizendo que se ele quisesse ganhar mais, deveria entrar em contato.


Com sua filha indo para o exterior sem ele, e com dívidas a fio, ele acredita que não tem mais nada a perder. Então aceita entrar no jogo.


456 estranhos foram vendados, drogados e levados a um lugar no qual não sabiam a localização.


Todos aceitaram participar de um jogo para pagar suas dívidas.


O jogo começou, batatinha 1...2...3



gif


Você está preparado?


O preço para jogar pode ser mais caro do que você imagina.


-----


Quando eu assisti essa série não foi por indicação de ninguém, costumo assitir doramas e a Netflix me recomendou Round 6, logo no primeiro episódio fiquei viciada.


Uma série que te deixa curioso a cada momento! Você precisa saber o que vai acontecer, o que vem a seguir? Qual será o próximo jogo?


Eu fiquei chocada com o primeiro jogo, não estava esperando o que aconteceu, a cada cena eu torcia pelo Gi-Hun e por todos que faziam parte do seu grupo, e ficava cada vez mais com raiva do desprezível Jang Deok-Su.


E nunca fui com a cara do Cho Sang-Woo.



gif


Devemos elogiar a profundidade de cada personagem, eles foram muito bem construídos, sabemos da estória de cada um, o motivo de estarem naquela situação. Devido a conhecer os personagens ficamos muito apegados a eles. Torcemos, sofremos, respiramos de alívio e infinita emoções.


A série tem um enredo ótimo, com narrativas que nos fazem questionar até onde você iria para pagar suas dívidas. Quanto vale a sua vida? (Não sei vocês, mas eu não teria aceito participar lá do primeiro jogo da estação, sou desconfiada demais para isso!)


É incrível a forma como eles falam sobre, amizade, família, desigualdade social, da maneira mais crível que eles conseguiram.


Uma série recomendada para maiores de 18 anos, pois ela é brutal. Ela é sangrenta, se você tem estômago sensível, pode não ser a série mais indicada para você.


O final me deixou cheia de teorias, e existem ainda mais delas pela internet, você tem alguma?


Batatinha 1, 2, 3!


Série recomendada!!


Confira o trailer da série, disponível na Netflix, e de quebra treine o seu listening:



Agora, vamos treinar um pouco do seu reading?


Seong Gi-hun, a divorced and indebted chauffeur, is invited to play a series of children's games for a chance at a large cash prize. Accepting the offer, he is taken to an unknown location and finds himself among 455 other players, all with similar large debts. The players are kept under watch at all times by masked guards in red jumpsuits, with the games overseen by the Front Man. The players soon discover that losing in these games results in their death, with each death adding ₩100 million to the potential ₩45.6 billion grand prize. Gi-hun allies with other players, including his childhood friend Cho Sang-woo, to try to survive the physical and psychological twists of the games!


Question 1.

How many players are playing the game?


Question 2.

Where is the game set?

Question 3.

What color is the jumpsuit?


Question 4.

Which are the three geometrical shapes seem in the helmets?


Question 5.

How much will the winner take?


Question 6.

Would you take part in this game?


Envie suas respostas para um acompanhamento exclusivo através do nosso Whatsapp, clique em CONTATO e até a próxima!